A Aliança Francesa de Belém abre as portas para a gestão de Maiwenn Le Nedellec - Aliança Francesa de Belém

A Aliança Francesa de Belém abre as portas para a gestão de Maiwenn Le Nedellec

 Com o encerramento da gestão de Myriam Mugica em agosto de 2016, chegou no fim de setembro de 2016 a Belém, Maiwenn Le Nedellec, da França, para assumir a Diretoria Executiva da Aliança Francesa de Belém.

Maiwenn é graduada pela Universidade de Lille (FR) e pela Universidade Nova de Lisboa (POR) em Indústrias Culturais de Comunicação Internacional e em Licenciatura em Administração Pública com o IPAG de Poitiers. Em 2008, encerrou o Mestrado em Produção Cultural e Comunicação Internacional com Língua Portuguesa com a Universidade de Nantes. No ano de 2014, finalizou o seu segundo Mestrado de FLE (Francês Língua Estrangeira) pela Universidade da Bretanha Ocidental em Brest que lhe permite de ensinar Francês aos estrangeiros.

O primeiro contato com o Brasil foi ainda no ano de 2007 quando realizou cursos de pós-graduação de Comunicação Social e Audiovisual na UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte). Nesse mesmo período, Maiwenn teve a oportunidade de trabalhar no setor de produção cultural no SESC Pinheiros em São Paulo, uma das maiores unidades do Brasil. A Diretora afirma que ficou encantada pelo país.

Ao retornar ao seu país de origem, entre 2008 e 2009, Maiwenn trabalhou durante um ano no Institut Français em Paris na organização do Ano da França no Brasil. Foi então que teve seus primeiros contatos com a Aliança Francesa de Belém e com a região metropolitana do estado do Pará. “Já tinha ideia de que era uma cidade muito dinâmica na área de cultura e com muita vontade de fazer coisas. Fiquei com essa ideia” afirma Maiwenn.

Nos anos seguintes, lecionou aulas de francês na Aliança Francesa da Colômbia e deu aulas para imigrantes na França, trabalhou também no Instituto Francês da Mauritania, onde teve experiências com as redes da Aliança Francesa do país e pôde desenvolver projetos com diversos artistas locais. Maiwenn retornou novamente para França e trabalhou durante quatro anos, no desenvolvimento e gestão da Teart Piba, companhia de teatro profissional.

Com a experiência pedagógica adquirida e a forte relação com a produção cultural ao longo de sua carreira profissional, a vontade de administrar uma Aliança Francesa se tornou ainda maior. “Como tinha essa paixão pelo Brasil, que havia deixando há uns anos atrás, eu quis voltar e então Belém me abriu as portas” contou a nova Diretora.

Maiwenn Le Nedellec, que considera-se apaixonada pelo Brasil e pela cidade de Belém, pretende dar continuidade ao trabalho que foi feito nas antigas gestões e fortalecer ainda mais os projetos culturais na cidade, como é o caso da Fête de la Musique, que já acontece há alguns anos e que segundo a Diretora, tem grandes possibilidades de se expandir ainda mais. Além disso, Maiwenn pretende fortificar as relações da Aliança Francesa de Belém com a Guiana francesa, as Antilhas Francesa, Martinique e Guadeloupe, as regiões francesas mais próximas do Brasil. Também, de acordo com o plano 2020- da Fondation Alliance Française, tem como objetivo fazer um diálogo ainda maior com as instituições interessadas entre as línguas francesa e brasileira e acompanhar as revoluções do mundo da educação com as novas tecnologias, oferecendo, por exemplo, cursos online de alta qualidade e a possibilidade de cursos à distância, diversificando a grade oferecida atualmente pela Aliança Francesa de Belém. Todos os projetos são vistos por Maiwenn como formas de tornar ainda mais acessível o acesso à cultura e língua francesa na cidade durante seus próximos anos de gestão.