Bilan - Belém 400 anos: Celebrações à francesa - Aliança Francesa de Belém

Bilan - Belém 400 anos: Celebrações à francesa

2016 é o ano das comemorações de 400 anos da cidade de Belém e junho foi o mês escolhido pela Aliança Francesa para render homenagens à capital amazônica. Uma parceria com a Embaixada da França deu origem ao ciclo de eventos “Belém 400 anos: Celebrações à francesa”, que buscou redescobrir as influências e parcerias francesas na cidade em várias esferas, do cinema à ciência, do grafite à música clássica. A série de eventos cativou dos mais jovens aos mais experientes e instigou diferentes percepções sobre Belém.

 

O escritor Jean-Paul Delfino

O primeiro dos eventos foi a conferência “O Brasil sob o olhar de um escritor francês”, com o romancista Jean-Paul Delfino. À luz da temática “Brasil, uma paixão francesa”, o escritor contou sua experiência e falou sobre seu amor pelo nosso país. O fascínio é tanto que o escritor escreveu a série de livros “Suite brésilienne”, composta por nove romances cujo cenário se passa em mais de 300 anos de história do Brasil. Delfino também ministrou um ateliê de escrita e marcou presença na XX Feira Pan-Amazônica do Livro em uma parceria com o Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura do Pará.

 

Delfino falou sobre seu amor pelo Brasil

 

O cantor Nicola Són

O segundo dos eventos com o tema “Brasil, uma paixão francesa” trouxe a turnê de lançamento do último disco de Nicola Són. O francês se apresentou no salão cultural da Aliança Francesa em um animado show de ritmos brasileiros. O cantor, que esteve em Belém pela primeira vez, pareceu íntimo dos ritmos paraenses com a apresentação da clássica “Sinhá Pureza”, conhecida dos belenenses e das festas de carimbó.

 

Nicola Són animou o salão cultural com ritmos brasileiros

 

Festival Varilux de Cinema Francês

Mais uma vez, o Festival Varilux de Cinema Francês esteve na agenda cultural de Belém reunindo filmes franceses inéditos nas telas dos cinemas brasileiros. A programação contou com produções para todos os gostos e idades. Na capital paraense, o coquetel de lançamento ficou com a pré-estreia do filme Chocolat, estrelado por Omar Sy. O evento, fechado para convidados, foi realizado no Cine Estação das Docas. O restante da programação foi realizada no Cine Líbero Luxardo.

  Festival Varilux de Cinema Francês mais uma vez em Belém

 

O grafiteiro Kendo

O ateliê “Belém e a França em grafite”, sob o comando do grafiteiro francês Kendo em parceria com a artista paraense Drika Chagas, explorou a relação de Belém e a França por meio das artes visuais Ao final, o grande mural produzido pelos dez participantes do ateliê foi lançado pelo Embaixador da França no Brasil, Sr. Laurent Bili, em um coquetel fechado para convidados, na noite de lançamento da Semana Científica.

 Ateliê de Grafite explorou a relação entre França e Belém

 

Tournée Campus France + Soirée

Junho também foi ocasião de receber a visita da Campus France Brasil, que esteve em Belém pela primeira vez. A iniciativa percorre universidades brasileiras para promover as facilidades e possibilidades de estudos na França, da graduação ao pós-doutorado. O evento gratuito foi realizado na UFPA, Unama, Cesupa e Aliança Francesa.

O encerramento ficou por conta de uma soirée estudantil ao estilo francês com os Djs Samy Redjeb (Analog Africa) e Bernardo Ribeiro (Baile Tropical). A noite também foi palco para o anúncio vencedor do Concurso Cultural "Quero estudar na França - edição Gastronomia Francesa". Além disso, quem curtiu a festa também pôde participar de um Quiz que premiou dois ganhadores: o 1º lugar com um curso de francês na França e o 2º lugar com uma bolsa no curso regular na Aliança Francesa.

 

Programação encerrou com festa ao estilo francês

 

Semana Científica de Cooperação Franco-paraense

“Cooperação, pesquisa científica e as políticas públicas para o desenvolvimento sustentável na Amazônia” foi o tema do ciclo franco-paraense de eventos promovido na cidade pela Embaixada da França no Brasil. A iniciativa visou ampliar as perspectivas de cooperação para o desenvolvimento da região amazônica e trouxe oportunidades de discussões na área científica estreitando os laços de pesquisa entre a França e o Estado do Pará.

 

Semana franco-paraense contou com a presença do Embaixador da França, Sr. Laurent Bili

 

O jornalista Gilles Lapouge

Encerrando a temática “Brasil, uma paixão francesa”, Gilles Lapouge foi convidado para ministrar a conferência “O Brasil sob o olhar de um jornalista francês”. A conferência trouxe a calma de quem não tem mais pressa, mas a experiência de alguém que, só de jornalismo, tem mais de 60 anos. O jornalista e escritor, que já escreveu um livro cujo cenário era a capital paraense, conversou sobre sua chegada ao Brasil, sua experiência como jornalista e seu fascínio pelo país para uma plateia de jornalistas, estudantes e curiosos.

 O jornalista Gilles Lapouge autografou seus livros após a conferência

 

O compositor Pierre Thilloy

Em homenagem ao aniversário da capital paraense, o Governo de Estado do Pará por meio da Secretaria de Estado de Cultura do Pará (Secult), a Aliança Francesa de Belém e a Embaixada da França no Brasil apresentaram o concerto “400 anos de música francesa em Belém”.

A ocasião trouxe o compositor francês Pierre Thilloy à cidade para a estreia de sua peça “Saudades de Belém”, composta exclusivamente para a capital paraense. A apresentação foi em parceria com a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz sob a regência de Miguel Campos Neto.

 400 anos de música francesa em Belém

 

A relação entre Belém e França em documentário

A relação entre a capital paraense e a França também virou tema de documentário. Em “Belém 400 anos: a influência francesa na capital paraense”, que estreou no dia 16 de junho, no Cine Estação, na Estação das Docas, o jornalista e escritor mineiro Fábio Ávila e Myriam Mugica, diretora da Aliança Francesa de Belém, reuniram mais de 30 entrevistados que comentam as influências francesas absorvidas pela cidade de Belém ao longo de quatro séculos de história. O resultado do tema muito presente no cotidiano foi cinema lotado e a consciência de que é preciso cuidar mais de Belém.

 

Documentário rendeu cinema cheio na Estação das Docas

 

A Aliança Francesa, em parceria com a Embaixada da França, agradece a parceria e presença de todos que prestigiaram nossos eventos. Esta programação foi nossa forma de presentear Belém nos seus 400 anos de história.